Uma visita a São Francisco das Chagas de Canindé

Às 02:00 horas da manhã lá estávamos de saída para Canindé no Ceará, foram 364,7 km de estrada, quase 05h30 de viagem, com varias vistas maravilhosas por onde passávamos, cheias paisagens encantadoras de deixar qualquer um de queixo caído.
Uma das mais belas paisagens que passamos, é a belíssima Serra da Ibiapaba, também conhecida como Serra Grande, Chapada da Ibiabapa e Cuesta da Ibiapaba. Uma região atraente em riquezas naturais.

Devido à altitude, o inverno na Serra da Ibiapaba tem temperaturas amenas em comparação com as demais regiões do Ceará, com a ocorrência de neblina no começo da manhã, e com frequência à noite, dando a paisagem, a aparência das regiões de clima frio, como o Sul do País.
Era por volta das 07:00 horas da manhã quando chegamos a terra de São Francisco, sabe aquele momento que você chega em um lugar que você olha para todos os lados apreciando cada cantinho e admirando tamanha beleza que parecia mais um sonho.

Passei tantos anos sem andar em Canindé, que quando cheguei mal podia acreditar que ali eu estava, em frente ao meu padroeiro que tanto tenho fé e devoção.
A religiosidade e o cotidiano da população de Canidé estão intimamente ligados, quanto mais nos meses de alto fluxo turístico alimentado por romeiros vindos dos mais diversos lugares do Brasil que vem a Canindé depositar sua fé e devoção nos vários locais de peregrinação considerados sagrados pelos visitantes.

Comentários